quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A Insanidade dos Contrários



Antes só havia os que amavam, porque amar e não amar não existia.

Antes só havia altruístas, porque altruísmo e egoísmo não existiam.

Antes só havia ternos, porque ternura e ódio não existiam.

Antes só havia prudentes, porque prudência e imprudência não existiam.

Antes só havia vencedores, porque vencer e perder não existia.

Antes só havia ricos, porque riqueza e pobreza não existiam.

Antes só havia amigos, porque amizade e inimizade não existiam.

Antes só havia progresso, porque progresso e regresso não existiam.

Antes só havia tempo bom, porque tempo bom e tempo ruim não existia.

Antes só havia sucesso, porque sucesso e fracasso não existiam.

Antes só havia os que avançavam, porque avanço e recuo não existia.

Antes só havia os que iam, porque ir e voltar não existia.

Antes só havia bem estar, porque bem estar e angústia não existiam.

Antes só havia satisfeitos, porque satisfação e insatisfação não existiam.

Antes só havia plenos, porque plenitude e falta não existia.

Antes só havia tudo, porque tudo e nada não existiam.

Até que inventaram o tal do “nada”...

E ANTES SÓ ÉRAMOS FELIZES, PORQUE SUPOR TRISTEZA ERA COISA DE LOUCO!

                                                                         Philip G. Mayer

Cascata do Caracol na serra gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário