segunda-feira, 8 de outubro de 2012

As Peripécias de Münchhausen!



Diretamente do norte da Alemanha do século XVIII, deixo-vos que o próprio barão Karl Friedrich Hieronymus von Münchhausen (1720 – 1797) lhes conte duas de suas peripécias mais famosas:  
  
“Uma vez fui acossado tão perto por um lobo que não tive, para me defender, outro remédio senão meter-lhe o punho pela goela a dentro. Impelido pelo instinto de conservação, enterrei-o cada vez mais profundamente, a tal ponto que todo o meu braço ficou lá dentro. Mas que fazer depois? Pensai um pouco em minha situação: cara a cara com um lobo! Asseguro-vos que a coisa não estava para gentilezas: se eu puxasse o braço, o animal infalivelmente me pularia em cima, pois tal era a intenção que eu lia com toda a clareza em seu olhar chamejante. Num átimo, agarrei-lhe as entranhas, puxei-as, virei o bicho pelo avesso, como se fosse uma luva, e larguei-o morto na neve.”  

“... De outra feita eu quis pular sobre um lamaçal, que de primeiro não me pareceu tão largo. No meio do salto, no entanto, me dei conta de seu verdadeiro tamanho. Suspenso no ar, me virei, e voltei para donde saíra, a fim de tomar maior impulso. Entretanto, voltei a pular muito pouco pela segunda vez e caí no lamaçal, afundando até o pescoço, não muito distante da margem oposta. Eu estaria irremediavelmente perdido naquela situação, não tivesse a força do meu próprio braço me agarrando pela minha própria trança e me puxado, junto com meu cavalo, que abracei com força entre meus joelhos, para fora dali."
                                                                                                               
                                                                                       Barão Münchhausen

O barão livrando-se do lamaçal em uma atitude plena de autossuficiência!

 

Logo abaixo podemos ver mais uma vez o bravo barão Münchhausen na sua campanha contra os turcos onde os atacou montado em uma bola de canhão!


 Mais informações sobre o barão no link da Wikipédia: 
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Bar%C3%A3o_de_M%C3%BCnchhausen

Nenhum comentário:

Postar um comentário