quinta-feira, 4 de abril de 2013

Tormenta

A sociedade ensina que saúde é sinônimo de eterna ponderação e tolerância. Porém um homem saudável, também por vezes se dá o direito de explodir de fúria, e isso é pura vida extravasando como um céu nublado que descarrega a sua tempestade. Por que olhamos a tormenta e admiramos a sua beleza? Por que olhamos o homem enfurecido e o desprezamos como um doente? Eu tenho é medo dos que nunca explodem... Esses sim são perigosos, são os que se tornam os mais imprevisíveis, são como um céu onde as nuvens já pesam insuportáveis, - mas estranhamente a chuva não vem... - Eu tenho é medo do céu que nubla mas nunca chove.

                                                                                     Philip G. Mayer



Nenhum comentário:

Postar um comentário