quarta-feira, 24 de julho de 2013

Amor à Vida...

Por que eu deveria crer em outro mundo onde há somente paz, sossego e alegria? Se nesse mundo já é possível isso, sendo ainda que tais valores "paz", "sossego", "alegria" não passam apenas de teses que só fazem sentido cada qual com suas antíteses? E ainda, desde quando precisaríamos formular tais teses e antíteses pra poder viver? A vida é tão indiferente, tão livre em relação a isso... Ela tem andado tanto em paralelo com essas ilusões do pensamento... Se queremos viver com algum bem estar, se há aí algum anseio por uma plenitude mais digna, muitas teses e antíteses terão de ser derrubadas primeiro...

                                                                                  Philip G. Mayer




Nenhum comentário:

Postar um comentário